#Resenha: Como Viver Eternamente

Meu nome é Sam. Tenho onze anos. Coleciono histórias e fatos fantásticos. Quando você estiver lendo isso, provavelmente já estarei morto. Como não se emocionar com este começo de livro? Narrado em primeira pessoa, “Como Viver Eternamente” de Sally Nicholls, conta a história de um garoto que resolve escrever um livro relatando sua história e seus recentes desafios, enquanto espera a morte, devido a um câncer incurável.

Como Viver Eternamente (Foto: Andy Santana)
Como Viver Eternamente (Foto: Andy Santana)

Sam não tem perspectiva de cura portanto estuda em casa junto com um amigo que conheceu em suas longas idas ao hospital para fazer tratamento. Diante de uma sugestão de lição (a professora deu a ideia de eles escreverem um livro), o garoto começa a fazer uma lista de coisas que gostaria de realizar, e junto com o amigo busca alcançar seus objetivos.

A dor da perda é constante no livro, mas Sam apresenta de uma forma divertida que a vida tem q ser leve e eterna. É praticamente um livro de auto ajuda, se você olhar com bons olhos, pois a história fácil de se ler, tem inúmeros ensinamentos. Uma descoberta gostosa, de um livro que merece toda a atenção. Superou minhas expectativas.

Livro: Como Viver Eternamente
Autora: Sally Nicholls
Editora: Geração Editorial
Nota: 5/5
Página: 232

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *