#Resenha: 9 e 1/2 Semanas de Amor

O livro 9 e 1/2 Semanas de Amor, serviu de inspiração para um dos filmes eróticos mais emblemáticos e de sucesso de todos os tempos o “Nove e Meia Semanas de Amor” com Kim Basinger e Mickey Rourke. E digo mais, duvido que a autora E. L. James do famoso “50 Tons de Cinza” não bebeu da mesma fonte para a criação de seus personagens.

9 e 1/2 Semanas de Amor (Foto: Andy Santana)
9 e 1/2 Semanas de Amor (Foto: Andy Santana)

Elizabeth McNeill uma executiva em uma grande corporação, conhece um estranho por acaso em uma festa de rua e se entrega a um tórrido relacionamento. A cada nova descoberta na cama, Elizabeth é totalmente conduzida pelo homem que comanda sua mente, suas vontades e seus desejos. Durante cerca de dois meses, o casal descreve intensamente suas experiências sexuais, seja na cama, com objetos como algemas ou até mesmo desafiando o medo e a adrenalina da submissa com missões.

Através de uma linguagem fácil (até porque o livro teve sua primeira publicação em 1978), acompanhamos a narradora descender a estágios de humilhação e mortificação. Em uma das aventuras, seu amante contrata uma profissional do sexo para ensiná-la o ofício de ser uma prostituta barata. O livro é intenso como a relação do casal, te faz devorar e querer saber sempre o próximo passo/estágio da relação (isso se você pular o prefácio, porque ele descreve resumidamente toda a história em três páginas). Para quem gosta de história erótica, não pode deixar de incluir na sua wish list.

Livro: 9 e 1/2 Semanas de Amor
Autora: Elizabeth McNeill
Editora: Universo dos Livros
Nota: 3/5
Página: 151

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *